Engenheiros do Hawaii

Photobucket



Porto Alegre, 1984, quatro estudantes da Faculdade de arquitetura da UFRGS, Humberto Gessinger (vocal e guitarra), Carlos Maltz (bateria), Marcelo Pitz (baixo) e Carlos Stein (guitarra) resolveram formar uma banda apenas para uma apresentação em um festival da faculdade, que aconteceria em protesto à greve na faculdade de arquitetura que atrasaria as aulas. O repertório do show, que ocorreu em 11 de janeiro de 1985, incluia "Ô Mônica, Abrace O Elefante...", "Sem Parar" o jingle do chocolate, "Lady Laura" de Roberto Carlos, "Hawaii 5.0", "Era Um Garoto Que Como Eu Amava Os Beatles E Os Rolling Stones", além de algumas músicas próprias, todas tocadas em compasso de reggae.

Segundo Gessinger, o nome surgiu na faculdade: "Os estudantes de arquitetura e engenharia se envolviam em rixas curriculares, filosóficas, estilos de vida opostos... Enfim, o pessoal da arquitetura inventou um apelido pra acabar com os inimigos. Todo estudante de arquitetura é meio arrogante, acha que os engenheiros estão abaixo. Tinha um pessoal na engenharia que usava aquelas roupas de surfista, e, para irritá-los, nós fazíamos questão de chama-los de "engenheiros" e, mais do que isso, engenheiros do hawaii, que é um paraíso meio kitsch".

Carlos Stein se retira do grupo, e algum tempo depois passa a integrar o Nenhum de Nós.

Começaram a surgir propostas para novos shows e após algumas apresentações em palcos alternativos de Porto Alegre e uma série de shows pelo interior do Rio Grande do Sul. Nesse tempo a BMG resolveu lançar a coletânea Rock Grande do Sul (1985), só com bandas dos pampas. Produziram um festival no Gigantinho para escolher os grupos, os Engenheiros não passaram no teste, por sorte, uma das bandas vencedoras do concurso, desiste do àlbum a última hora. Entraram no LP com duas canções, "Segurança" e "Sopa de Letrinhas" que estourou em toda a região sul.


Meses passaram, e os Engenheiros do Hawaii gravam o seu primeiro álbum solo: Longe Demais das Capitais em 1986. O norte musical do disco apontava para um som voltado à musica pop, muito próximo ao ska de bandas como o The Police e o Paralamas do Sucesso. Destacam-se as canções “Toda A Forma de Poder”, que foi tema de uma novela, "Crônica", "Longe Demais das Capitais" e “Sopa de Letrinhas”. DOWNLOAD



Antes de começa as gravações do segundo disco, Marcelo Pitz deixa a banda. Marcelo ficou somente três anos na banda. Ninguém sabe ao certo o motivo de sua saída; uns dizem que ele não conseguiu manobrar a vida de casado com a vida de roqueiro. Atualmente Marcelo é funcionário da Caixa Econômica Federal em Porto Alegre e, pelo que se sabe, nunca mais trabalhou com música.

Em seu lugar entra o guitarrista Augusto Licks, que trabalhava com Nei Lisboa. Com Gessinger assumindo o baixo, os Engenheiros lançam o disco A Revolta dos Dândis em 1987. A banda muda o direcionamento temático, guinando para arranjos musicais mais relacionados ao rock dos anos 60, e de letras críticas com citações literárias de filósofos como Camus e Sartre. Destaque para “Infinita Highway”, “Terra de Gigantes”, “Refrão de Bolero”, "Além Dos Out-Doors" e a faixa título, dividida em duas partes. DOWNLOAD

Mesmo com o sucesso dos dois primeiros discos o grupo ainda era colocado para abrir noites para grupos inferiores, como Capital Inicial e Legião Urbana. Foi o que aconteceu no terceiro festival Alternativa Nativa realizado no Maracanãzinho entre 14 e 17 de julho de 1988. O Legião Urbana tocou sozinho nas duas primeiras noites e Os Paralamas do Sucesso idem na última. Mas Gessinger, Maltz e Licks tiveram que abrir para a banda de Dinho Ouro-Preto na noite de sábado, 16.

O show dos Engenheiros foi uma espécie de rito de passagem entre a garagem e as grandes arenas. Nem o tropeço literal que Gessinger deu no palco ainda na primeira música, "Longe Demais das Capitais", quebrando seu baixo, fez o trio perder o rebolado diante das 20 mil pessoas que lotavam o ginásio. A partir daí, os Engenheiros encheriam estádios Brasil afora - sobretudo o Gigantinho de sua cidade natal, lotado sucessivas vezes.

O disco seguinte, Ouça O Que Eu Digo, Não Ouça Ninguém de 1988 pode ser visto como uma continuidade do anterior, tanto pelo trabalho da capa do álbum como pelo tema e estilo de suas canções. Destaque para as músicas “Somos Quem Podemos Ser”, “Nunca Se Sabe”, “Tribos & Tribunais” e “Variações Sobre O Mesmo Tema”, esta última uma homenagem ao Pink Floyd, com sua estética progressiva e dividida em três partes. O Álbum também marca a saída dos "Engenheiros" da cidade de Porto Alegre, indo morar no Rio. DOWNLOAD

Consolidada a nova formação, os Engenheiros lançam Alívio Imediato, de 1989, quarto disco da banda e o primeiro registro ao vivo. Reúne grandes sucessos do grupo como "Terra de Gigantes" e "Toda Forma de Poder" em gravações ao vivo, algumas delas embaladas em novos arranjos feitos especialmente para os shows. O disco foi gravado no Canecão e fazem parte também duas músicas inéditas: "Nau À Deriva" e "Alívio Imediato", ambas gravadas em estúdio. DOWNLOAD


Ainda nesse ano, os Engenheiros realizam uma mini-turne pela Russia. Empolgados com o convite para tocar em Moscou, os três chegaram a estudar russo por duas semanas e distribuíram, no show, panfletos com as letras do grupo vertidas para o Russo.

O Papa É Pop, de 1990 consolida a mudança de sonoridade da banda. Puxados pelo sucesso “Era Um Garoto Que Como Eu Amava os Beatles e os Rolling Stones”, regravação de uma velha canção do grupo Os Incríveis e a faixa-título, o quinto disco dos Engenheiros investe no som progressivo, calcado nos solos de guitarra de Licks e em uma base mais eletrônica de teclados e bateria. É dele as canções “O Exercito de um Homem Só”, “Pra Ser Sincero” e “Perfeita Simetria”. DOWNLOAD

O disco caracteriza uma estética "limpa", desde a capa até o som, gravado com bateria eletrônica, guitarra e baixo totalmente limpinhos. Marca também o batizado da banda como produtora de seus discos, fato que se repetirá nos próximos dois LPs. Além de tantos sucessos, as rádios ainda descobriram "Refrão de Bolero", música do segundo LP da banda.

Aclamados pelo público e massacrados pela crítica, foram convidados para tocar no Rock in Rio II, juntamente com Guns n'Roses, Sepultura, Capital Inicial, Lobão, etc... Enquanto outros artistas nacionais eram apedrejados pelo público os Engenheiros fizeram um show que levantou o público com seus sucessos. Foram a única banda brasileira a se apresentar no festival, elogiada pelo jornal americano New York Times, enquanto a Folha de São Paulo ignorava solenemente duas apresentações da banda para um Ibirapuera lotado, não divulgando nem em roteiro.


Em 1991, lançam Várias Variáveis, que marca o fim de uma trilogia iniciada com A Revolta dos Dândis (capa amarela), e continuou com Ouça O Que Eu Digo, nNo Ouça Ninguém (capa vermelha). Com o verde de Várias Variáveis, completam-se as três cores primárias da bandeira do Rio Grande do Sul. O disco trás uma cover de "Herdeiro da Pampa Pobre" de Gaúcho da Fronteira, uma homenagem a São Paulo e a Caetano com "Sampa No Walkman", referências ao movimento político dos anos sessenta em "O SonhoÉ Popular", além de "Sala Vip", composta no Rock In Rio II. DOWNLOAD


Foi o segundo disco produzido pela banda e abre um espaço para a improvisação em takes falsos como na música "Curtametragem" e até o som do banquinho do piano rangendo em "Descendo A Serra". Ainda continha os sucessos "Piano Bar", "Ando Só" e "Muros E Grades". Particularmente meu disco predileto do Engenheiros do Hawaii.

Em fevereiro de 92 nasce a primeira filha de Gessinger - Clara. A banda parou as apresentações em dezembro do ano anterior para que Humberto pudesse acompanhar o nascimento da filha.

É lançado o sétimo disco Gessinger, Licks e Maltz, ou “GLM”, uma versão dos Engenheiros para o famoso logotipo ELP de Emerson Lake & Palmer. O som continua mesclando elementos de MPB e rock progressivo, com destaque para a milonga “Pampa no Walkman”, “Ninguém = Ninguém” e “Parabólica”, canção que Gessinger fez em homenagem a Clara. O lp traz referências, quase apologias ao rock progressivo inglês, que vão desde os arranjos de guitarra de Licks, até o próprio formato do disco, com músicas emendadas. DOWNLOAD


No início de 93, os Engenheiros participaram do Hollywood Rock, abrindo o show do Nirvana, maior banda do movimento grunge, em pleno auge do movimento grunge.


O oitavo disco dos Engenheiros é o semi-acústico Filmes de Guerra, Canções de Amor, de 1993, gravado ao vivo na Sala Cecília Meirelles, no Rio de Janeiro. Com guitarras acústicas, percussão, piano e participação da Orquestra Sinfônica Brasileira regida por Wagner Tiso. Trouxe canções rearranjadas até do primeiro disco, além de quatro inéditas: "Mapas do Acaso", "Quanto Vale A Vida", "Às Vezes Nunca", e "Realidade Virtual", as duas últimas gravadas em estúdio. DOWNLOAD


O ano de 1993 marca também a primeira excursão dos Engenheiros pelo Japão e Estados Unidos. Do disco Filmes de Guerra..., foi extraído o primeiro VHS dos Engenheiros, gravado e lançado junto ao CD. O vídeo traz imagens colhidas no Japão, em Los Angeles, alguns clipes históricos, além de toda a gravação do Filmes de Guerra.

Porém, no final deste mesmo ano, discussões e rixas internas na banda acabaram por resultar na saída do guitarrista Augusto Licks. Augusto sentindo que a relação com os outros integrantes estava se tornando inviável, registrou o nome Engenheiros do Hawaii como sendo de sua propriedade. Gessinger e Maltz entraram na justiça declarando que é pública e notória a posse por parte deles do nome Engenheiros do Hawaii. Inicia-se uma longa disputa judiciária pela marca “Engenheiros do Hawaii”, tendo Gessinger e Maltz finalmente ficado com o nome da banda.


Humberto descansava em Gramado quando viu no jornal a foto de uma banda gaúcha, Big Family, onde aparecia um dos músicos que achava que conhecia. Olhando melhor reconheceu o amigo de infância, Ricardo, e retomou os contatos suspensos há dez anos. Gessinger convence o ex-colega de primeiro e segundo graus do Colégio Anchieta a participar da banda.

O novo guitarrista Ricardo Horn, tinha pelo menos uma coisa em comum com Augusto: os dois freqüentavam o mesmo bar no bairro Bom Fim, em Porto Alegre. No entanto trazia consigo uma formação diferente da de Augusto. Enquanto Licks trabalhava uma linha mais popular em parceria com o compositor Nei Lisboa, Horn tocava blues e jazz.

Os Engenheiros continuaram com a turnê de Filmes de Guerra..., quando encontram Fernando Deluqui. Recém saído do RPM, onde tocava guitarra, Fernando participa de algumas jams com o grupo e logo depois veio a ser o sexto engenheiro da história da banda. Meses depois entra na banda Paolo Casarin, para tocar acordeon e teclados.


No fim de 1995, após dois anos sem gravar, os Engenheiros lançam Simples de Coração, com acordeom, guitarras mais pesadas e pela primeira vez traz uma música da banda que não tem a participação de Gessinger na composição: "O Castelo Dos Destinos Cruzados". Segundo Humberto, a partir do momento que a banda já não é mais um trio, é muito mais fácil compor e tocar, existem mais elementos pra se formar o bolo. O disco trouxe sucessos como "A Promessa", "A Perigo" e "Simples de Coração". DOWNLOAD

O disco foi gravado em Los Angeles, e depois de três álbuns se auto-produzindo a banda optou por uma produção gringa, que ficou a cargo de Greg Ladany. Foi gravada também uma versão em inglês do disco, que está na mãos da BMG.


No decorrer da turnê de Simples de Coração Humberto se juntou a dois amigos: Luciano Granja (guitarras) e Adal Fonseca (bateria), para formar um grupo de rock instrumental. A banda no início chamava-se 33 de Espadas, e, no final de junho de 96 gravaram o primeiro disco. A esta altura o grupo já se chamava Humberto Gessinger Trio. O Trio fazia um rock básico, seco e enxuto, sem pretensões. O CD traz pérolas da poesia de Humberto, como "Vida Real" e "Freud Flintstone", “O Preço” e “A Ferro E Fogo”. DOWNLOAD


O clima enxuto do disco, com bateria, baixo e guitarra lembra os primeiros trabalhos de Gessinger. Na verdade é um disco dos Engenheiros sem o nome Engenheiros do Hawaii, como diria Gessinger. Fato comprovado por ele ter sido incluido na discografia oficial do grupo anos mais tarde.

Em 97 novos ventos trazem mudanças aos Engenheiros, Carlos Maltz deixou a banda para se dedicar a um novo grupo: A Irmandade. Gessinger reassumiu o nome e injetou sangue novo no grupo. Com nova formação, os dois parceiros do Gessinger Trio e Lucio Dorfman (tecladista), os Engenheiros voltaram com novo disco.


Minuano traz uma mistura de regionalismos, tecnologia, e a habitual verve das composições da banda, o disco emplacou sucessos como "A Montanha" e "Nuvem", "Três Minutos", "A Ilha Não Se Curva" e "Nove Zero Cinco Um". Produzido por Nilo Romero, o disco trouxe a participação de Kleiton Ramil (dos irmãos Kleiton e Kledir), além de uma versão de "Alucinação" de Belchior. DOWNLOAD


Em 1999 os Engenheiros mudam de gravadora. Saem da BMG e entram na Universal pela qual sai Tchau Radar! de 1999 exibe um Engenheiros mais maduro, com belas composições de Gessinger, e duas covers: "Negro Amor" de Bob Dylan, vertida por Caetano Veloso e Péricles Cavalcante e imortalizada na voz de Gal Costa, e "Cruzada", de Tavinho Moura e Márcio Borges, numa versão de apenas cordas e voz. "Eu Que Não Amo Você" ganhou as rádios, merecendo versão acústica e vídeo clipe, do mesmo modo que "Negro Amor", que também teve uma segunda versão. DOWNLOAD


Da turnê deste disco, surgiu o terceiro disco “ao vivo” da banda e o décimo segundo de sua carreira: 10.000 Destinos, um dos nomes pensados para Tchau Radar e título da oitava canção deste disco. Gravado ao vivo no Palace em março de 2001, o disco veio fazer jus à tradição dos discos ao vivo dos Engenheiros, todos gravados a cada três discos de estúdio. Novamente, Gessinger repassa o repertório da banda e apresenta novas canções, entre elas os covers de “Radio Pirata” (participação de Paulo Ricardo) e “Quando o Carnaval Chegar” (de Chico Buarque). DOWNLOAD


Destaque ainda para a participação do músico Renato Borghetti nas novas versões dos hits “Toda a Forma de Poder” e “Refrão de Bolero”. Rádio Pirata, e Quando o Carnaval Chegar, também ganharam versões em estúdio, acompanhadas das duas inéditas "Números" e "Novos Horizontes".


Ainda na turnê 10.000 destinos - a maior da história da banda - os engenheiros se participam do Rock in Rio III, onde fazem um dos últimos shows da formação Gessinger, Fonseca, Granja & Dorfman, que anunciam seu afastamento da banda para dedicarem-se ao projeto Massa Crítica, mudando novamente a formação dos Engenheiros.

De um primeiro encontro no palco do Rock in Rio, Paulinho Galvão, na ocasião acompanhando Paulo Ricardo, assume a guitarra dos engenheiros, mas desta vez não sozinho. Humberto, depois de 14 anos responsável pelo baixo da banda, volta às guitarras. Juntam-se ainda ao grupo Gláucio Ayala, que toca bateria e faz os vocais de apoio nos shows e no baixo Bernardo Fonseca, que ficou com a parte mais delicada, já que substituiu Humberto.


Pra selar os novos tempos sai 10.001 Destinos, uma edição especial revista de 10.000 Destinos dando prosseguimento à maior coletânea dos Engenheiros já lançada, completando 26 músicas em 2 discos. A capa com novas cores e a apresentação dos novos integrantes adicionam um sabor a mais, em especial ao CD bônus, que trás as quatro faixas feitas em estúdio para primeira versão do disco, mais sete gravações feitas com a nova formação. DOWNLOAD


O que se confirma em 2002, com o lançamento de Surfando Karmas & DNA, disco que consolida a nova fase da banda e que tem a participação especial do ex-Engenheiros Carlos Maltz na faixa “E-storia”. Destaques para a faixa título e para as canções "Esportes Radicais", “Terceira do Plural”, "Sei Não" que revive "Nunca Mais Poder" quando diz "Tentei ficar na minha, tentei ficar contigo, o que há de mais moderno ainda é um sonho muito antigo". "Quem mente antes diz a verdade", canta Gessinger em "3ª do Plural". DOWNLOAD


O disco seguinte, Dançando no Campo Minado, de 2003, mantém a regra: músicas curtas, guitarras pesadas e a poesia crítica de Gessinger denunciando os males da globalização (na canção “Fusão A Frio”), da guerra (“Dançando No Campo Minado”) e da desilusão política e ideológica (em “Segunda Feira Blues” partes I e II), esta última novamente com a participação de Carlos Maltz. DOWNLOAD


Para comemorar os vinte anos de banda, os Engenheiros lançaram o disco Acústico MTV. Tendo como convidados especiais os músicos Fernando Aranha (violões), Humberto Barros (órgão harmmond) e Carlos Maltz na canção “Depois de Nós”, de sua própria autoria. Gessinger apresenta novas versões para músicas consagradas como “Infinita Highway” e “O Papa É Pop”, canções obscuras como “Pose”, com a participação de Clara, filha de Gessinger, e canções do Gessinger Trio, como “O Preço” e “Vida Real”. DOWNLOAD

Depois do sucesso de vendas do DVD Acústico da MTV, a banda, perde o guitarrista Paulinho Galvão que se dedicará a outros projetos, seguindo assim com Fernando Araña nos violões, e o jovem Músico Pedro Augusto nos teclados. A turnê também buscou uma reaproximação com a época gloriosa dos Engenheiros, com algumas músicas que hà muito não eram tocadas sendo reapresentadas em shows.

A Turnê Acústica tem sido um sucesso de público, numa das melhores fases dos Engenheiros Do Hawaii, e tem previsão de término para o fim do ano.

O novo disco acústico do grupo Engenheiros do Hawaii, “Novos Horizontes”, chegou às lojas no dia 21. O disco traz gravações realizadas nos dias 30 e 31 de maio, em São Paulo. Este é o segundo trabalho da banda no formato acústico.


Além de trazer grandes sucessos como “Toda Forma de Poder”, “Alívio Imediato” e “Pra Ser Sincero”, o disco também traz composições inéditas como “Cinza”, “Luz” e “No Meio de Tudo, Você”, entre outras. O primeiro baterista do grupo, Carlos Maltz, participa tocando e cantando na faixa “Cinza”.


Abaixo as músicas que compõem o disco “Novos Horizontes”:


DOWNLOAD










FAIXAS:
01 - Toda Forma de Poder + Chuva de Containers
02 - Vertical
03 - Guantánamo
04 - A Montanha
05 - Quebra Cabeça
06 - No Meio de Tudo, Você
07 - Não Consigo Odiar Ninguém
08 - Cinza
09 - Coração Blindado
10 - A Onda
11 - Parabólica
12 - Faz de Conta
13 - Novos Horizontes
14 - Alívio Imediato
15 - Simples de Coração
16 - Piano Bar
17 - Luz
18 - Pra Ser Sincero



DISCOGRAFIA:
• Longe Demais das Capitais (1986)
• A Revolta dos Dândis (1987)
• Ouça O Que Eu Digo, Não Ouça Ninguém (1988)
• Alívio Imediato (1989)
• O Papa é Pop (1990)
• Várias Variáveis (1991)
• Gessinger, Licks & Maltz (1992)
• Filmes de Guerra, Canções De Amor (1993)
• Simples de Coração (1995)
• Humberto Gessinger Trio (1996)+
• Minuano (1997)
• Tchau Radar! (1999)
• 10.000 Destinos (2000)
• 10.001 Destinos (2001)
• Surfando Karmas & DNA (2002)
• Dançando no Campo Minado (2003)
• Acústico MTV(2004)
• Novos Horizontes (2007)





>>>Links postados por Packato.



15 comentários:

Anônimo disse...

Ai Ramon, muito afude o seu blog, vc tem um link pro site da minha ex-banda Dr.Medo, de onde vc conhece? Alias vc é de onde?
Cara eu não sei onde vc consegue essas raridades, mas vou fazer um pedido que eu sei que vai ser foda,
mas se der eu serei muito grato. Porto Alegre Rock - com a banda Sodoma. Valeu. Abracao. Toni.

Lucas Pereira disse...

Oi Ramon,

Cara, esse teu blog é simplesmente fantástico !! Vou tratar de divulg-alo o máxiomo possível ! Som de qualidade e cultura musical como tem nesse blog é raridade !
Um grande abraço !

PS _ Vc teria algo do Tambo do Bando ??

Tiago Trevisan disse...

Concordo com o Lucas...aqui em Curitiba ele está sendo bem divulgado...

Como sugestão eu pediria que se fosse possível deixar um link em algum mirror do livro "gauleses irredutíveis" em .pdf

Obrigado

Anônimo disse...

irmão n consigo fazer o download por este servidor , onde fica o link para clicar?

RamonRamyres disse...

Toni: conheci a Dr. Medo procurando por coisas da tua região na Net...

E sou gaúcho, não sou Portoalegrense....hehe

Abraço

RamonRamyres disse...

Lucas: tenho algumas faixas do Tambo, se algum amigo tiver discos e informações sobre esse grupo, nos envie....

RamonRamyres disse...

Tiago: vou ver se escaneio o livro...

Abraço.

RamonRamyres disse...

Ao "irmão" aí:

Se preste a ler o Tutorial na sessão COMO FAZER O DOWNLOAD ou ao final do post aí em cima...

É simples e muito fácil, somente uma questão de "saber ler"...

Andre GUerra disse...

Parabens cara um exemplo de amante do Rock... Otimo gosto e perfeita iniciativa de compartilhar um material tão rico e de muita boa qualidade.

caio disse...

muito afuder essa discografia

soh dando um up para o disco porto alegre rock e pro livro gauleses irredutiveis completariam minha alegria

RamonRamyres disse...

Obrigado Andre Guerra....

Caio: em breve tua alegria se completa...

Julliard disse...

Porra bixo, to ateh perdido...
Naum sei nem por onde começo a baixar...
Vc tem mta coisa boa aq...
Mta mesmo...
Meus parabens...
Pode ter ctza q apartir de hj vc tem mais um 15 pessoas acessando aq direto... vou divulgar o seu blog...
EH BOM PRA K...
Falowwwww

Anônimo disse...

Ae Ramon, mto afd seu blog, cara! Jah baixei tudo que queria, inclusive os do cascavelletes que eu soh tinha em vinil! Véio, mas os do Engenheiros alguns links estão OFF!!!! Dá uma força ae!!!
Vlw, nota 1000 pro blog!

Jorge Melo

Anônimo disse...

Engenheiros do Hawaii - Coletânea Maxximum - FLAC (sem perdas de áudio):

Parte I: http://www.4shared.com/file/uInIbHol/EH_-_c_-_I.html
Parte II: http://www.4shared.com/file/z1Wmnnjo/EH_-_c_-_II.html
Parte III: http://www.4shared.com/file/cmXjgyy8/EH_-_c_-_III.html

Faixas:
1. Toda Forma de Poder
2. Longe Demais das Capitais
3. Infinita Highway
4. Filmes de Guerra, Canções de Amor
5. Refrão de Bolero
6. Somos Quem Podemos Ser
7. Ouça o que Eu Digo, Não Ouça Ninguém
8. Tribos e Tribunais
9. Alívio Imediato
10. Terra de Gigantes
11. A Verdade a Ver Navios
12. O Papa é Pop
13. Várias Variáveis
14. Piano Bar
15. Parabólica
16. Ninguém = Ninguém
17. Realidade Virtual
18. Pra Ser Sincero
19. Simples de Coração
20. A Montanha

Se quiseres disponibilizar os links no blog, será um prazer contribuir.

Abraço.

Anônimo disse...

Engenheiros do Hawaii - Acústico MTV

Acústico MTV, em formato flac, sem perdas de áudio (preserva integralmente os arquivos do cd original)

Parte I: http://www.4shared.com/file/u30nRcML/EH_-_ac_MTV__-__I.html
Parte II: http://www.4shared.com/file/5tuocfwl/EH_-_ac_MTV_-_II.html
Parte III: http://www.4shared.com/file/ZQb4vJaW/EH_-_ac_MTV_-_III.html

Faixas:
1. O Papa é Pop
2. Até o Fim
3. Vida Real
4. Infinita Highway
5. Armas Químicas e Poemas
6. O Preço
7. Dom Quixote
8. 3x4
9. Refrão de Bolero
10. Surfando em Karmas e DNA
11. Depois de Nós
12. 3º do Plural
13. Terra de Gigantes / Números
14. Somos Quem Podemos Ser
15. Outras Freqüencias
16. Pose
17. A Revolta dos Dândis
18. Era um Garoto que Como Eu Amava os Beatles e os Rolling Stones

Postar um comentário

 
RamonR